Conheça os homenageados da oitava edição do Prêmio Empreendetec


A anual premiação realizada pela ESALQTec, o Prêmio Empreendetec, terá sua oitava edição realizada na terça-feira, 10 de Outubro, no Anfiteatro do Parque Tecnológico de Piracicaba a partir das 19h00min. O prêmio prestigia os destaques em tecnologia, inovação, ciência e empreendedorismo de Piracicaba. A premiação é dividida em duas categorias: profissional e empresa, e os homenageados desta edição serão: José Augusto Tomé, cofundador do AgTech Coworking e da AgTech Garage na categoria “Profissional” e Oxitec do Brasil Tecnologia de Insetos Ltda na categoria “Empresa”. Outra atração, será a sessão solene de graduação das empresas Colly Química Indústria e Comércio Ltda e Maxit Tecnologia da Informação Eireli Me.

Categoria Empresa:
A empresa Oxitec do Brasil, conhecida nacionalmente por seu produto “Aedes do Bem” (utilizado no combate ao Aedes Aegypti, vetor de doenças como a dengue, zika e chikungunya), foi criada em 2002 na Universidade de Oxford, Inglaterra, e desde então produz inovações no setor da agricultura. Sua especialidade está na criação de soluções sustentáveis para o combate e controle de insetos geradores de doenças às plantações.

Seu atual projeto “Aedes do Bem” foi inserido na cidade de Piracicaba em 2015 e obteve muitos resultados positivos. A inovação consiste na criação de mosquitos machos geneticamente modificados, os quais procriam com fêmeas selvagens, responsáveis pela propagação de doenças, gerando larvas que não chegam a fase adulta. Demais cidades da Bahia também receberam o Aedes do Bem e a cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, será a próxima.

Através de sua parceria com a Intrexon, a empresa está desenvolvendo insetos geneticamente modificados para o controle de pragas agrícolas, e a mosca do Mediterrâneo, uma das principais pragas da cultura frutífera, é um exemplo de inseto que será modificado.

“Com o prêmio deste ano, passaremos a figurar ao lado de outros importantes nomes de Piracicaba e do Brasil no que diz respeito ao uso da biotecnologia para o desenvolvimento humano. O prêmio é também um reconhecimento pioneiro aos nossos colaboradores, que desenvolvem e executam esse trabalho no Brasil. Nossa parceria com a ESALQTec é importantíssima por conta da instituição ser um centro de apoio a empresas ligadas à biotecnologia e ao agronegócio, auxiliando no seu desenvolvimento”, diz Jorge Espanha, diretor-geral da Oxitec do Brasil.

Categoria Profissional:
Jose Augusto Travassos Rios Tomé, empreendedor e um dos cofundadores do AgTech Coworkin e do AgTech Garage é, também, um dos idealizadores do AgTech Valley (campanha voltada ao estímulo da sociedade local com o ecossistema tecnológico). Em toda sua carreira e em sua atual trajetória busca crescimento em inovações e tecnologias, desenvolvendo e fortalecendo um relacionamento com pessoas, empresas e startups.

Seu atual projeto é o AgTech Coworking, escritório compartilhado com empresas e startups, o qual atende todas as necessidades de seus utilizadores desde estrutura a tecnologia. O AgTech Garage, projeto ainda em desenvolvimento, é um dos seus maiores focos atualmente. Através de mentorias, cursos e consultorias, pesquisadores e empreendedores recebem total auxílio na criação de uma startup. “Entendemos que as corporações podem contribuir de forma relevante para o sucesso dos empreendedores e ainda se beneficiar nesse processo, é um jogo de ganha-ganha e podemos ajuda-la nesse contexto” diz Jose Tomé.

Surpreso e lisonjeado por ser um dos homenageados da oitava edição do prêmio Empreendetec, Tomé acredita que a atual situação econômica em que o país se encontra e a relevância do agronegócio no Brasil estimula empreendedores desta área, e todos que estão investindo e gastando energias com isso devem ser reconhecidos. Segundo Tomé, a ESALQTec tem sido uma grande parceira não apenas em seu crescimento, mas também no surgimento de novas startups, contribuindo para o amadurecimento e dinamismo do ecossistema.

O Prêmio Empreendetec é realizado pela ESALQTec, tem a participação da ESALQ/USP e FEALQ, patrocínio da FINEP e o apoio do Parque Tecnológico de Piracicaba e do APLA.

Texto: Júlia Lopes Moreira

Add a Comment