Vale do Piracicaba reúne 1/3 das agtechs do agronegócio no Brasil

(M. Germano/JP)


Via: Jornal de Piracicaba

Lançado em meados de 2016, o conceito do Vale do Piracicaba (AgTech Valley), se expandiu pela cidade e hoje agrega o mais representativo ecossistema das startups do agronegócio brasileiro com um terço do total das agtechs do país instalada na cidade conforme dados do Censo Agtech Startups Brasil. Na primeira edição do censo – feita em 2016 -, 76 agtechs brasileiras responderam ao questionário e 15 delas eram de Piracicaba; na segunda edição que será concluída em julho, o censo traz 150 startups, sendo 50 no município.

De acordo com Pedro Chamochumbi, gestor da Usina de Inovação Monte Alegre que integra o Vale do Piracicaba, a cidade também tem como principais agentes a Esalqtec (Incubadora Tecnológica da Esalq/USP), o AgTech Garage, o Parque Tecnológico, o Sebrae/SP, a Coplacana e o Pulse/Raízen, além de aceleradoras, incubadoras e fundos de investimento. “O Vale também está ligado a grandes empresas do setor instaladas na região e a centros de ensino e pesquisa, o que faz dele o principal centro motor da inovação no agro nacional. Isso deixa nosso ecossistema de inovação forte e com apoio do empreendedor já que tudo o que ele precisa ele encontra aqui”, destacou.

Chamochumbi disse que a expansão é resultado da integração entre empresas, indústrias, entidades, universidades, empreendedores e financiadores de projetos que deixa um ambiente de empreendedorismo cada vez mais maduro e favorável ao desenvolvimento de negócios em diferentes estágios. “A cidade se tornou um celeiro de novas tecnologias nos três pontos que costumamos chamar de ‘antes, dentro e depois da porteira’ em referência as diversas pessoas que trabalham com tecnologia”, completou.

Realizado duas vezes ao ano, ontem, aconteceu a 5ª edição do AgTech Day com a proposta de elencar novas perspectivas para o Vale reunindo cerca de 400 pessoas envolvidas com inovação, pesquisa e novas tecnologias. Sergio Barbosa, gerente-executivo da Esalqtec, ressaltou que os eventos organizados na cidade – como o Agtechday e o Esalq Show – também contribuíram para evidenciar o ecossistema piracicabano. “Somos o único centro de inteligência em agronegócio do país. É aqui que criamos e damos valor as novas tecnologias. Somos mais de 20 líderes que contam também com apoio de incubadora, parque tecnológico, aceleradora, três ambientes de integração além de muito talento para inovação”, disse.

Add a Comment