BUSCA TERRA, A INOVAÇÃO EM IMÓVEIS RURAIS


O Brasil possui hoje mais de 8,5 milhões de imóveis rurais cadastrados na Receita Federal, representando por volta de 65% do território nacional. Sabendo que os preços dos imóveis são elevados (milhões), é evidente que uma enorme ausência de informações dificulte a negociação das propriedades, o que torna o processo de compra e venda muito mais caro e lento.

Devido a esses fatores, o objetivo da Busca Terra é acelerar esse processo e torná-lo mais barato, fornecendo todas as informações necessárias e de qualidade diretamente para o cliente, visando à integração, estruturação, padronização e publicação de dados sobre diversos temas pertinentes a imóveis rurais e produzindo informações aplicadas para cada perfil de cliente.

Relacionado à tecnologia, a empresa tem como foco a análise de dados e produção de informação geoespacial territorial aplicada ao mercado de terras no Brasil, a Busca Terra também possui um know-how de informações territoriais há mais de 20 anos.

A recém associada da ESALQTec – Incubadora Tecnológica busca aumentar a base de imóveis rurais, como, destaca o CEO da Busca Terra Rafael Fonseca: “Atualmente estamos com foco em aumentar nossa base de imóveis rurais cadastrados na plataforma de vendas. Temos mais 180 imóveis cadastrados, que somam mais de 3 bilhões de reais em valor de venda e representam uma área maior do que o Distrito Federal. Também produzimos relatórios de imóveis rurais com mais de 50 variáveis territoriais, nos temas: agrícola, áreas protegidas, ambiental, legal, infraestrutura e mineração”.

Futuramente, a empresa pretende intermediar a venda de imóveis rurais de alto valor, visando oferecer mais credibilidade e informações ao comprador, pretende-se também realizar uma mudança na legislação, com isso, irá facilitar a aquisição de propriedades rurais a grupos estrangeiros, tendo como meta oferecer assistência técnica e intermediação de vendas para estrangeiros.

Add a Comment