Helidrop, projeto Pré-Incubado da ESALQTec, chega a fase final do torneio da HackBrazil

Drone desenvolvido pela HeliDrop. Foto: Bruno Bagarini

A Helidrop, fundada em 2017 por alunos de Engenharia na USP – São Carlos e Pré-Incubada a ESALQTec, participou das fases classificatórias do torneio da HackBrazil, competição anual de iniciativa da Brazil Conference at Harvard & MIT , que tem como objetivo auxiliar na aceleração de startups, montagem de protótipos e conexão de pessoas para a busca de soluções concretas.

E mais uma vez, a startup surpreende e chega a final do torneio, ao lado de mais quatro empresas(Aqualuz, Blue, Instok e Nextcam). O caminho para chegar a final não foi fácil, após muito trabalho e dedicação a HeliDrop desenvolveu um sistema automatizado para pulverização agrícola de precisão, esse sistema consiste principalmente em um drone de alto desempenho que será utilizado para a prestação do serviço de pulverização. Compõem a empresa: Guilherme Donatti, aluno do curso de Engenharia Elétrica (Ênfase em Sistemas de Energia e Automação) e Victor Turcato, graduando do curso de Engenharia Mecatrônica e gerente de projetos da HeliDrop.

Segundo o gerente de projetos da Helidrop Victor Turcato, A ESALQTec foi essencial para a empresa e progresso do projeto “o apoio que recebemos da ESALQTec foi fundamental para a HeliDrop. Desde a definição do escopo da solução até o contato com clientes e investidores, inclusive utilizamos a rede e infraestrutura da ESALQTec para o desenvolvimento do projeto.”

Relacionado a inovações, o drone HeliDrop H25 foi projetado especialmente para a pulverização agrícola, realizando pesquisas com mais de 100 produtores de diferentes culturas e tamanhos de propriedades. “É um drone Classe 3, capaz de carregar 15 kg de carga, possuindo duas horas de autonomia, o que é 12 vezes maior que a autonomia dos drones pulverizadores elétricos do mercado, o objetivo do projeto é revolucionar a agricultura através da automação do processo de pulverização”. Afirma Turcato.

Por fim, na última fase da Competição, as 5 equipes selecionadas farão seus pitches finais durante a Brazil Conference 2019, que ocorrerá em Abril de 2019 no Instituto de Tecnologia de Massachusetts(MIT) e em Harvard. Essas equipes terão acesso a diversos painéis durante a Conferência e vão desempenhar o papel fundamental de representar a tecnologia brasileira. A equipe vencedora levará para casa R$ 75 mil para investir no crescimento da empresa.

Add a Comment