Parceria entre a Agroprox e Systech Feeder define a mentalidade associativista de uma incubadora


O Brasil é um país gigante, assim como gigante é seu Agronegócio, que obteve uma participação de quase 27% do PIB em 2020. Mas, quem nunca ouviu falar que o mundo do Agronegócio brasileiro é pequeno? Desse mundo que com muito gosto fazemos parte, nasceu uma parceria entre duas Startups incubadas no mesmo local, na ESALQTec situada em Piracicaba/SP.
A frase “Juntos somos mais fortes” tem que ser mencionada nesta parceria. A qual nasceu, primeiramente, de um laço de amizade, e consequentemente, de confiança mútua. Entre Gustavo co-fundador da Systech Feeder, uma startup fundada há 5 anos e campeã do Ideas For Milk, em 2017, finalista entre as 27 empresas inovadoras do Projeto Farm Of The Future – Neovia, e recebeu o apoio do PIPE Fase 1 da Fapesp, em 2019. E que agora este ano se encontra em processo de lançamento no mercado de seu produto. A outra parte do elo é Carolina, co-fundadora da empresa AgroProx, uma empresa recente, criada em fevereiro de 2021, com a união de 4 sócios de ramos distintos que se complementam, e se completam para entregar ao Agronegócio brasileiro soluções tecnológicas confiáveis a fim de aumentar a segurança de mercado, e competitividade do setor, entrelaçados no conceito do Agronegócio 4.0; e rastreabilidade. Ambos se instalaram na ESALQTec, incubadora tecnológica, um programa da ESALQ/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz/Universidade de São Paulo) – Universidade esta que os amigos se formaram Doutores em Ciência Animal.
Os caminhos de Gustavo e Carol, dois mineiros criados com o pé na terra, filhos de pais que têm a marca de calos de enxadas nas mãos, seguiram os passos destes, e se encontraram na graduação, na cidade de Lavras/MG, na UFLA, uma das Universidades mais agrárias do Brasil. Ele se formando em Zootecnia, e ela em Medicina Veterinária. A amizade entre eles, foi crescendo mesmo no Mestrado realizado por ambos na UFLA, onde ele seguiu o caminho do leite (Bovinocultura de leite), e ela da carne (Ciência e Qualidade da Carne). Sempre se encontravam, e conversavam sobre o projeto atual, sobre as dificuldades, e conquistas.
“Ao chegar a Piracicaba decidi olhar quantos candidatos estavam inscritos, e lá estava um nome conhecido – Gustavo Salvati – mandei uma mensagem para ele, e disse que também iria tentar este processo. Ele nem pensou em concorrência, era de noite já, se encontrou comigo e ficamos estudando juntos para a prova do dia seguinte. Gustavo me deu todo o suporte que uma turista na cidade e na Universidade já conhecida por ele, precisava. E, neste momento nasceu nossa primeira parceria”, conta Carolina.
Os dois foram aprovados no Doutorado, e as conversas sobre os projetos atuais se tornaram mais constantes, e duradouras. Após o Doutorado, ambos seguiram caminhos diferentes daquele clássico que se espera de um doutorando. Foram, então, se aventurar no mundo do empreendedorismo. Carol trabalhou em uma empresa australiana chamada Innovative Shipping Group diretamente com o CEO Mark Newton. “Uma experiência única em minha vida, Mark é um empreendedor nato que já desenvolveu muitos projetos ao redor do mundo”, contou Carol sobre a sua experiência. E Gustavo, seguiu com a sua Startup logo em sequência ao Doutorado, e foi se aprofundando em sua própria empresa. Carol percorreu diferentes caminhos até a fundação da AgroProx, neste ano.
Como de costume de ambos, Gustavo contou à Carol sobre seu projeto atual, e suas dores – termo técnico coloquial usado pelos empreendedores – e Carol disse que naquele momento, percebeu que poderia oferecer sua empresa como solução para as dores do amigo. Como comenta ela: nossa empresa foi fundada recentemente, mas temos reuniões constantes desde junho do ano passado, e em uma de nossas discussões estávamos pensando em oferecer nossos serviços, independente da criação que sabemos que leva algum tempo do nosso MVP. E quando o Gustavo me contou sobre o que ele precisava, eu disse a ele, eu tenho as melhores pessoas que estão na minha empresa para te ajudar, vamos trabalhar juntos.
Gustavo se interessou, marcaram a primeira reunião, o primeiro Plano de Trabalho foi feito, e em abril deste ano foram contratados pela Systech Feeder. Este é um resumo de onde nasceu essa parceria, que como vimos começou primeiramente do destino, em segundo lugar da amizade e confiança, que sempre foram envolvidas no laço mais puro de torcer pelo sucesso do outro, como ambos comentam.

Add a Comment