Representantes da Olin Business School e The Yeld Lab visitam a ESALQTec e se surpreendem com o AgTech Valley

Representantes da Olin Business School (Washington University), Diretor Geral (The Yeld Lab) e integrantes da ESALQTec, da esquerda da direita: Eric Ontieri (Washington University), Fernando Hinnah (SmartAgri), Brant Tagalo (Washington University), Rich Ryffel (Washington University), Holly Martin (Washington University), Ticyana Banzato (Trianguli), Kieran Gartlan (The Yeld Lab), Sarah Fuller (Washington University), Thomas Tandler (Washington University).


Na última quarta-feira (13/03) os representantes da Olin Business School, uma das sete escolas acadêmicas da cidade americana de Washingoton (St.Louis), visitaram a ESALQTec com o intuito de conhecer a iniciativa do AgTech Valley e realizar pesquisas relacionadas ao agronegócio.

A universidade tem seis programas, porém o que mais recebe destaque é o “Programa de MBA”, que exige a conclusão de 66 horas de crédito, o semestre de outono do primeiro ano enfoca o pensamento crítico, a liderança, a estratégia de carreira e as principais áreas funcionais dos negócios. Durante o semestre da primavera do primeiro ano e ao longo do segundo ano, os alunos fazem cursos eletivos em sua maioria, geralmente seguindo as diretrizes das áreas de concentração que ajudam os alunos a navegar no currículo em direção aos objetivos de sua carreira.

A Olin Business School trouxe o conselheiro Kieran Gartlan, diretor geral do The Yield Lab, o Professor responsável pelo grupo de alunos Rich Ryffel e mais cinco alunos: Eric Ontieri, Brant Tagalo, Holly Martin, Sarah Fuller, Thomas Tandler. O objetivo principal da visita foi entrevistar especialistas locais com conhecimento especializado do ecossistema AgTech no Brasil, o conteúdo da discussão foi centrado em torno das facetas únicas desse ecossistema, os atributos que o tornaram bem-sucedido e as áreas em que ainda há espaço para que ele cresça ainda mais.

O encontro contou com a participação da diretora científica da Triangulli P&D AGRO(Empresa Residente da ESALQTec) Ticyana Banzato, abordando sete temas: Experiência com o Agtech na região, Percepção geral do ecossistema Agtech, Sucessos e Desafios do ecossistema AgTech, Conectividade do Ecossistema, Recursos disponíveis para o ecossistema (não-financeiros), Suporte financeiro do ecossistema, Ambiente legislativo.

Por fim, conheceram a estrutura da incubadora e as instalações das empresas residentes: Orion (Pesquisa e desenvolvimento de formulação antifúngicas alternativas para agricultura) e SmartAgri (Experimentação, consultoria, tecnologia e informação para a agricultura). Após aproximadamente uma hora de conversa, os integrantes da universidade saíram muito satisfeitos e impressionados com nosso trabalho, concluindo há muita oportunidade de negócios no AgTech Valley.

Add a Comment